Índice de Bem-Estar Urbano: DIMENSÃO MOBILIDADE URBANA


A dimensão de mobilidade do Índice de Bem-Estar Urbano concentra grande parte dos municípios brasileiros em condições boas e muito boas, correspondente a 12,1% e 84,7%, respectivamente, o que totaliza 5.388 municípios do país. Dos outros 177 municípios, 103 apresentam condições médias de mobilidade, 61 apresentam condições ruins e 13 apresentam condições muito ruins.
Quase todos os municípios que estão em condições muito ruins de mobilidade urbana localizam-se em contextos metropolitanos do país. Os municípios de Francisco Morato, Ferraz de Vasconcelos, Itapecerica da Serra e Franco da Rocha fazem parte da Região Metropolitana de São Paulo. Os municípios de Japeri, Queimados e Belford Roxo fazem parte da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. 

Os municípios goianos de Planaltina, Cidade Ocidental e Santo Antônio do Descoberto fazem parte da Região Integrada de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal, estão no entorno de Brasília. O município de Fazenda Grande integra a Região Metropolitana de Curitiba. 

O município de Ribeirão das Neves integra a Região Metropolitana de Belo Horizonte. A única exceção é o município paulista de Santa Cruz da Esperança que não se encontra em contexto metropolitano.
Quando se analisa as condições de mobilidade urbana das capitais de unidades da federação do Brasil, apenas Rio de Janeiro e São Paulo aparecem com condições muito ruins.

0 Response to "Índice de Bem-Estar Urbano: DIMENSÃO MOBILIDADE URBANA"

Postar um comentário