AVIAÇÃO CIVIL: VIAGENS EM QUEDA. HUB MAIS DISTANTE

A procura por viagens dentro do Brasil caiu 7,8% em maio em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Com isso, no acumulado do ano até o mês passado, a demanda doméstica mostra queda de 6,6%.

Segundo a agência, a oferta de assentos para voos domésticos recuou 8,2% em maio em relação a maio de 2015.

A companhia aérea TAM, que está mudando de marca para Latam Airlines Brasil, do grupo Latam, terminou maio com leve queda em sua participação no mercado doméstico, que passou de 36,1% para 34,5% no comparativo anual. Já a Gol, sua rival mais próxima, passou de 36,5% em maio do ano passado para 36,6% no mês passado.

A participação da terceira maior companhia do setor, Azul, passou de 17% para 16,9% no mesmo período, enquanto a Avianca avançou de 9,4% para 11,2%.

(Com agência Reuters)

VEJA
--------------------------------------------------------------------------------
O mercado de viagens internas continua apontando para mais retração. A crise econômica afeta também as viagens de brasileiros para fora do país. Acresça-se que parte importante dos custos de operação das empresas é pressionada pela desvalorização do Real.

Cenário adverso que, certamente, impacta sobre a decisão da LATAM em instalar um hub.

0 Response to "AVIAÇÃO CIVIL: VIAGENS EM QUEDA. HUB MAIS DISTANTE"

Postar um comentário