O PACOTÃO FISCAL 2: Governo Robinson agora mira o bolso do servidor público

Resultado de imagem para caixão e vela preta

O primeiro Pacotão Fiscal do governo Robinson foi para o contribuinte potiguar aceitar encher as 'burras' do governo e ainda acreditar que o governo saberia cuidar melhor do dinheiro que os próprios trabalhadores...

No período o governo alardeou que os sacrifícios seriam necessários porque quando março chegasse o pior já teria passado e o RN estaria como uma Suíça dos trópicos...

Pois bem! O trololó já completou um ano. Março de 2016 nem é mais lembrado... Eis o motivo (falta de memória) de em março de 2017 o governador (ou desgovernador como diz uma amiga) viajar a China para, supostamente, atrair investidores de olhinhos puxados...

Tenho até medo do resultado. Dia desses Robinson levou uma comitiva de notáveis para a Colômbia para 'aprender' como se faz segurança pública. Desde então, como todos testemunhamos, o RN virou notícia mundial pela incapacidade do governo em oferecer... Segurança Pública aos potiguares.

Voltando ao que interessa.

O governador em exercício é o comunista mais estranho que o comunismo já produziu. O 'camarada' não ficou nem corado em ser o portador do maior arrocho já produzido por um governante potiguar ao servidor público estadual.

O 'camarada' protocolou na assembleia legislativa (tudo minúsculo mesmo) 16 projetos de uma lapada só!

A 'lapada' será maior no servidor público. Quem acompanha esse blog sabe que já tinha cantado essa bola faz tempo. Quem duvidar é só pesquisar no histórico sobre o 'buraquistão do norte', sobre o esfolamento do FUNFIR do IPERN e o 'pacotão I'.

O 'pacotão II' é apontado como um conjunto de medidas para 'assegurar o equilíbrio financeiro do Estado'. A coisa é simples de entender: os diversos governantes, especialmente os três últimos, esfolaram as finanças públicas e agora repassam a conta para os contribuintes e servidores públicos estaduais.

As propostas de Robinson

Emenda Constitucional para limitação de gastos por 20 anos. A 'inspiração' para tal projeto é o governo de Temer. Robinson que 'apoiou' Lula e Dilma e depois apoiou o impeachment de Dilma é um aplicado aprendiz de Temer. 

A medida promoverá, na prática, o congelamento das despesas do governo. Só será possível a reposição da inflação do ano anterior. Conclusão: 20 anos sem garantia de reajustes salariais e com significativas perspectivas de nem se conseguir a reposição da inflação. É a operação esfolamento do servidor público. O 'projeto' também limita o endividamento público (aspecto que não é problema no RN) e, acredito servirá apenas de 'cortina de fumaça' para passar a faca no servidor público estadual.

Achou duro?

A segunda medida elevará a contribuição do servidor público para o IPERN. O 'desconto' passará de 11% para 14%, ou seja, o servidor não terá aumento salarial, mas recolherá mais para previdência e assim terá um salário líquido menor. Ocorrerá, de fato, a redução dos salários (o que a lei impede) e os servidores se tornarão mais pobres.

E porque isso? Pelo silêncio e a omissão do 'esfolamento' do FUNFIR do IPERN. O governo torrou todas as reservas existentes em gastos correntes. A ironia é que tamanha 'pedalada' nos recursos do IPERN não renderam nem um pio dos órgãos de controle interno e externo, nem de sindicatos, nem de ninguém...

Chegou a 'conta' do esfolamento do FUNFIR.

O governo também quer vender bens imóveis pertencentes ao Estado e outras coisas que não se tem notícia do que realmente significam...

A 'bancada lagartixa', digo, governista fez pose para receber o papelório como se fosse o suprassumo da verdade... Certamente irão aprovar tudo com a maior rapidez possível e é provável que poucos levantem a voz para reclamar. Infelizmente o clima é de 'anestesia geral' e quase ninguém reclama mais de nada...

Tempos estranhos!!!

Leia também (o 'acervo' do blog é enorme - consulte o histórico ou pesquise os links abaixo que remetem para outros...):

QUEM VAI PAGAR O AJUSTE NO "BURAQUISTÃO DO NORTE" (ANTIGO RN) É VOCÊ



0 Response to "O PACOTÃO FISCAL 2: Governo Robinson agora mira o bolso do servidor público"

Postar um comentário