Comportamento espacial do índice de desenvolvimento humano no Rio Grande do Norte

O Rio Grande do Norte (RN) está localizado no Nordeste brasileiro, entre os paralelos 4º49’53” e 6º38’57” de Latitude Sul e os meridianos 35º58’03” e 38º36’12” de Longitude Oeste. Possui uma área total de 53.306,8 km2 (0,62% do território nacional). 

Compõe-se de 167 municípios, que se agrupam em quatro mesorregiões e dezenove microrregiões. Possui 2776782 milhões de habitantes e tem como capital Natal (IBGE, 2000). Com o objetivo de analisar a dependência especial do desenvolvimento humano no RN, verificou-se o comportamento do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) em suas três dimensões: educação, longevidade e renda per capita. Com base nesse índice buscou-se verificar a existência de cluster, padrões ou tendências de desenvolvimento e/ou de pobreza no Estado. 

Para detecção da dependência espacial dessa variável foi calculada a autocorrelação espacial, através do Índice de Moran Global e Local. A fim de explicar o que causa o regionalismo do IDH, foi ainda, calculada a correlação entre o IDH Municipal (Educação, Longevidade e Renda) e o percentual de pessoas de 10 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência, no setor de atividade do trabalho principal: setor primário, secundário e terciário. 

Para realização desse estudo utilizou-se o Sistema de Informação Geográfica do RN, em desenvolvimento no Instituto Nacional de Pesquisa Espacial – Centro Regional do Nordeste (INPE/CRN), que tem possibilitado a integração e espacialização de diferentes informações em uma única base de dados. 

Com o uso das técnicas e ferramentas de geoprocessamento, contidas no Spring e no Terraview e, particularmente, com os recursos para a visualização e consulta dos dados espacializados deste último programa, chega-se a alguns resultados que demonstram relações significativas entre as variáveis estudadas, que possibilitaram a investigação da existência de dependência espacial do IDH e a explicação desse fenômeno.

MAIS AQUI  

0 Response to "Comportamento espacial do índice de desenvolvimento humano no Rio Grande do Norte"

Postar um comentário