CAOS INSTALADO NO RN - PARTE 2: O CAOS não é obra do acaso!

É necessário lamentar o caos que tomou conta do RN, mas é fundamental dizer que o CAOS não é obra do acaso.

No caso do RN quem tem responsabilidade pela situação atual é a ELITE que comanda os rumos deste torrão desde a época das capitanias hereditárias.

Aliás, o comando político permanece como um bem herdado. Boa parte das 'lideranças' atua em família e pensando, quase sempre, apenas na manutenção do poder. A 'farinha' (dinheiro público) diminuiu, mas a máxima é a mesma: o 'pirão' deles continua garantido. O resto que se dane!

Também existe uma casta da alta burocracia estadual que consegue impor suas demandas e tem acesso facilitado aos 'coronéis da nova era' que estabelecem as prioridades. No caso, as 'prioridades' sempre 'coincidem' com a manutenção do status quo da alta burocracia.

Não faltam leitos de UTI no Walfredo por culpa da diretora, mas pelas escolhas e prioridades definidas pelos diversos governantes ao longo do tempo. Estão quase todos por aí, ou seus herdeiros estão, e continuam estabelecendo as agendas que lhes interessam e não serão presos por tais atos. Têm amigos importantes, privilégios, imunidades, contam com o 'apoio' necessário para permanecerem 'livres'. 

Os 'donos do poder' não entraram na vida pública por causa de bons salários. Jamais terão necessidades de 'espernearem' por receber salários em dia. Também não foi por elevado 'espírito público'. Caíram na 'vida pública' porque se consideram donos do poder. Acreditam que é justo, que é de direito. Confundem o público com o privado, mas sempre em desfavor do erário do povo. Desprezam as pessoas que não obedecem suas ordens, suas vontades. São mimados.

Não ficam sem dormir porque faltam leitos de UTI's nos hospitais públicos. Não se preocupam se as escolas públicas podem desabar sobre as cabeças das crianças ou dos jovens que dependem da educação pública. Também não se compadecem dos trabalhadores que são vítimas da violência. Nada disso impede que durmam tranquilos.

O episódio em que ALGUNS POLICIAIS lançaram spray de pimenta sobre os manifestantes em frente a governadoria é apenas mais uma demonstração do caráter autoritário da ELITE que comanda o RN. 

Os mandatários do RN não se sentem na obrigação de esclarecer, dialogar, prestar contas ao povo, afinal, sentem-se donos do poder. São o Poder.

Logo, sentem-se incomodados quando os servidores públicos cobram o pagamento de salários. Acreditam que os servidores têm obrigação de aceitarem, resignados, os atrasos permanentes dos pagamentos. 

Rosnam: que peça demissão quem não estiver satisfeito. São o Poder.

A ELITE que comanda o RN aprendeu a dividir o povo, evidentemente, para enfraquecê-lo ainda mais. Fez de suas 'bandeiras' (verdes, vermelhas, etc.) um indicativo de lealdade. 'Bicudos' (vermelhos) versus 'Bacuraus' (verdes) combatem, pegam em lanças nas redes sociais, brigam para defenderem suas 'bandeiras, mas, na verdade, defendem oligarquias (Maia, Alves, Faria, Rosado, etc.). Os 'combatentes' sofrem da "Síndrome de Estocolmo". Lutam ao lado dos opressores!

Felizmente não temos terremotos, vulcões, furacões ou outros desastres naturais extremos, mas temos um desastre tão extremo quanto os naturais: A ELITE que comanda o RN é sanguinária. Ceifa vidas. Destrói o futuro.

0 Response to "CAOS INSTALADO NO RN - PARTE 2: O CAOS não é obra do acaso!"

Postar um comentário