DIFERENCIAÇÃO SOCIOESPACIAL EM PEQUENAS CIDADES: O CASO DA CIDADE DE FAROL (PR)

Observam-se nas cidades, de forma geral, as diferenças sociais manifestadas na apropriação e produção social do espaço, processos frequentemente observados em cidades grandes e médias. Nesse artigo analisa-se a partir da escala local, o caso da pequena cidade paranaense Farol e suas diferenças sociais, sendo esse um processo social inerente ao sistema capitalista de produção. 

Foram considerados indicadores sociais disponíveis e outros elementos que permitem apreender essa diferenciação por meio da paisagem, como por exemplo, a arborização local, pavimentação asfáltica que ocorrem com maior intensidade em áreas habitadas por população de maior renda. Além da paisagem que expõe a diferença social, considerou-se ainda a morfologia urbana de Farol, analisando-se para isso, o Plano Diretor da cidade. Adicionalmente, os dados obtidos através do IBGE e de entrevistas com o poder público da cidade, corroboraram a nítida diferença social manifestada na cidade e a consequente segregação residencial. Torna-se autêntica a manifestação da diferença social caracterizada por uma segregação residencial mesmo em uma pequena cidade tal como Farol.

0 Response to "DIFERENCIAÇÃO SOCIOESPACIAL EM PEQUENAS CIDADES: O CASO DA CIDADE DE FAROL (PR)"

Postar um comentário