Das 20 cidades mais ricas do Nordeste somente Feira de Santana (BA), Campina Grande (PB), Mossoró (RN) e Vitória da Conquista (BA) estão fora do litoral e das regiões metropolitanas das capitais

(Agência Prodetec) – Os dados das contas regionais relativos a 2011, divulgados pelo IBGE, mostram que 25 municípios do Nordeste, apenas, concentram metade do Produto Interno Bruto da região, estimado em R$ 555,3 bilhões.
Os cinco maiores PIBs regionais (Fortaleza, Salvador, Recife, São Luís e Maceió) somam R$ 148,5 bilhões ou mais de um quarto de todas as riquezas regionais. A concentração torna-se mais exacerbada, ainda, se considerado a localização e origem dessa riqueza: a maioria absoluta está em volta das capitais.
Das 20 cidades mais ricas do Nordeste somente Feira de Santana (BA), Campina Grande (PB), Mossoró (RN) e Vitória da Conquista (BA) estão fora do litoral e das regiões metropolitanas das capitais.
Mais de R$ 1 bi
Levantamento efetuado pela Agência Prodetec mostra que em 64 municípios nordestinos o PIB já ultrapassa R$ 1 bilhão enquanto outros 70 se posicionam entre este patamar e R$ 500 milhões. Quase metade deles na Bahia.
Além das capitais, aparecem na lista de PIBs acima de R$ 5 bilhões as cidades de Camaçari (BA), Ipojuca (PE), Jaboatão dos Guararapes (PE), Feira de Santana (BA), Cabo de Santo Agostinho (PE) e Campina Grande (PB).
O pelotão entre R$ 4 e R$ 3 bilhões é integrado por Maracanaú (CE), Candeias (BA), Simões Filho (BA), Mossoró (RN), Vitoria da Conquista (BA), São Francisco do Conde (BA), Lauro de Freitas (BA), Olinda (PE), Caruaru (PE), Petrolina (PE) e Caucaia (CE).
A relação dos municípios com PIB na faixa de R$ 2 bilhões inclui Cabedelo (PB), Luis Eduardo Magalhães (BA), Parnamirim (RN), Dias d'Ávila (BA), llhéus (BA), Paulista (PE), Imperatriz (MA), Sobral (CE), Paulo Afonso (BA), Juazeiro do Norte (CE), Arapiraca (AL), Barreiras (BA) e Nossa Senhora do Socorro (SE).
Na outra ponta, a pobreza extrema de Miguel Leão (PI), São Miguel da Baixa Grande (PI), Viçosa (RN), Parari (PB), Quixabá (PB), Areia de Baraúnas (PB), Santo Antônio dos Milagres (PI) e Amparo (PB). São os menores PIBs apurados na região, em 2011.
Veja abaixo a relação completa dos PIBs municipais acima de R$ 500 milhões, no Nordeste.

0 Response to "Das 20 cidades mais ricas do Nordeste somente Feira de Santana (BA), Campina Grande (PB), Mossoró (RN) e Vitória da Conquista (BA) estão fora do litoral e das regiões metropolitanas das capitais"

Postar um comentário