BARRAGEM DO AÇU se aproxima do limite estabelecido pela ana para suspender a vazão

wpe2D.jpg (52644 bytes) 
Barragem Engº. Armando Ribeiro Gonçalves

DESCRIÇÃO GERAL
         A barragem Engº. Armando Ribeiro Gonçalves, do Açude Açu, está localizada no rio Piranhas, também denominado Açu, 6 km a montante da cidade de Açu, no estado do Rio Grande do Norte.
       O acesso ao local é feito, a partir de Natal, pela BR-304, distando daquela capital cerca de 250 km.
       O objetivo do açude é o suprimento de água ao Projeto de Irrigação do Baixo Açu. São inúmeros os benefícios gerados pelo Projeto Baixo-Açu, destacando-se sobretudo o aproveitamento hidroagrícola das terras aluviais do vale, assim como os chapadões dos tabuleiros das encostas, cuja irrigação promoverá o desenvolvimento agrícola em uma área com cerca de 25.000 ha, com geração de quase 12.000 empregos diretos e indiretos.
       A construção da barragem Engº. Armando Ribeiro Gonçalves exigiu ações complementares necessárias ao remanejamento das populações atingidas, com o enchimento do reservatório, e das infra-estruturas localizadas na área inundável da bacia hidráulica. 

Entre as ações desenvolvidas merecem destaque: relocação da sede do município de São Rafael com reassentamento de toda a população (730 famílias); construção de um dique de proteção à cidade de Jucurutu com reassentamento de parte da população urbana; relocação das linhas de transmissão e do sistema viário e reassentamento da população rural (1.852 famílias), em sítios convenientemente selecionados, de modo a não paralisar as atividades agrícolas, principal fonte de manutenção e subsistência. Foram também efetivadas as indenizações das propriedades mineiras localizadas na área do lago.

       O Açude Açu é considerado o maior reservatório construído pelo DNOCS até o momento, com capacidade de armazenamento de 2,4 milhões de m3 d'água e bacia hidráulica com área de 195 km2. O volume regularizado é de 389 milhões de m3 para uma garantia de 90%.


VOLUME ARMAZENADO NA BACIA PIRANHAS-AÇU:

VOLUME ARMAZENADO POR RESERVATÓRIO
BACIA DO PIRANHAS/AçU
ReservatórioCapacidade (1.000 m3)Vol. Atual (1.000 m3)Vol. Atual (%)Cota Atual (m)Data
Açude Caldeirão Parelhas 9.3211922 %274,1624/04/2015 
Açude Cruzeta 23.5461.4536 %117,2724/04/2015 
Açude Currais Novos 3.8151173 %82,2724/04/2015 
Açude Dourado 10.32100 %82,7024/04/2015 
Açude Itans 81.7507.0859 %19,1701/06/2015 
Açude Marechal Dutra 44.4218312 %285,0024/04/2015 
Açude Mendobim 76.34918.31124 %37,7815/05/2015 
Açude Mundo Novo 3.59900 %10,0024/04/2015 
Açude Pataxó 15.01714.30295 %28,8827/05/2015 
Açude Sabugi 65.3358.02212 %88,4324/04/2015 
Açude Zangarelhas 7.9162173 %83,3524/04/2015 
Barragem Armando Ribeiro Gonçalves 2.400.000699.06029 %41,7001/06/2015 

O volume atual da barragem de Açu atingiu o volume de 29%. Desde 9 de abril, estão em vigor as regras de operação para o Açude Armando Ribeiro Gonçalves, na bacia do rio Piranhas-Açu (RN), assim como as regras de restrição de uso para captações de água para irrigação e aquicultura tanto no açude quanto no rio Açu. As medidas constam da Resolução nº 316/2015, da Agência Nacional de Águas (ANA), publicada no Diário Oficial da União. 

A Resolução estabelece que, atingindo 24% do volume, a liberação de água deverá ser a mínima necessária para atender às demandas de abastecimento humano e dessedentação animal – que são prioritárias em situações de escassez, como prevê a Política Nacional de Recursos Hídricos


Fica evidente a proximidade do volume estabelecido pela ANA para cortar a vazão que é vital para as atividades de irrigação e aquicultura à jusante da barragem.

O impacto do colapso das atividades econômicas já foi dimensionado?

0 Response to "BARRAGEM DO AÇU se aproxima do limite estabelecido pela ana para suspender a vazão"

Postar um comentário