uern: servidores em greve por descumprimento de acordo celebrado no início de 2014

DSC_0862
Professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte ( Uern), se reuniram na manhã de hoje em assembleia extraordinária na Associação dos Docentes da Uern (Aduern) a fim de discutir e  decidir acerca de uma greve geral para a categoria. Na oportunidade foi avaliado o documento-resposta do Governo do Estado sobre a pauta de reivindicações dos professores.
A reposta do Governador do RN, Robinson Faria, foi apresentada à Aduern na tarde de ontem, em uma audiência na Governadoria, onde assessores do gestor exibiram a avaliação do poder público sobre a pauta de reivindicações.
O sindicato foi informado que o Governo não poderá conceder nenhum reajuste às categorias organizadas. Na visão da Aduern isso quebra o acordo firmado ainda em 2014, e impede o realinhamento salarial de 57,53%, que permitiria a implementação do Plano de Cargos e Salários (PCS) da categoria. Para os professores, a atitude desrespeita toda a comunidade acadêmica da Uern, que deverá se mobilizar contra o descumprimento do que foi acordado.
Com 145 votos favoráveis, 12 abstenções e nenhum voto contrário, a paralisação dos docentes foi definida após extenso debate e apresentação de argumentos. Posteriormente foi encaminhado que a greve terá início na segunda-feira, e não hoje, como preferia uma parte dos docentes.
“A Assembleia referendou o desejo dos docentes em defender a universidade e suas condições de trabalho. Tentamos, de todas as maneiras manter o caminho do diálogo, das negociações, mas o descumprimento ao acordo firmado no ano passado mostra a falta de respeito do poder público e da reitoria com a categoria dos docentes. Iremos para rua lutar. Tem sido assim em toda a história de Uern e desta vez não será diferente”, afirmou Valdomiro Morais, presidente da Aduern.
A reunião também aprovou a adesão à paralisação nacional no dia 29 de maio, como parte das atividades da Semana Nacional de Mobilização das Instituições Estaduais de Ensino Superior e Instituições Municipais de Ensino Superior (IEES/IMES), organizada pelo Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes).
Após a assembleia o comando de greve da Uern se reuniu para definir a agenda de atividades de mobilização da categoria e o calendário de novos encontros para avaliação do movimento grevista. A agenda deverá ser disponibilizada para o público ao final da tarde de hoje.
DSC_0866
Sintauern – O sindicato dos Técnicos da Uern (Sintauern) também se reuniu em assembleia na manhã de hoje. Os técnicos definiram, através de votação, que a categoria paralisará todas as atividades  a partir de hoje. 
ADUERN

0 Response to "uern: servidores em greve por descumprimento de acordo celebrado no início de 2014"

Postar um comentário