Evolução da Cocoicultura no Estado e nos Tabuleiros Costeiros do Rio Grande do Norte no Período de 1990 a 2002

A cocoicultura no Brasil constitui-se numa das mais importantes culturas permanentes, principalmente para a Região Nordeste, onde gera renda para mais de 220.000 produtores, onde 85% deles são pequenos produtores que exploram propriedades com área inferior a 10 ha. 

A cultura gera, na atividade agrícola, aproximadamente 720.000 empregos diretos 13 por hectare cultivado), alem de inúmeros empregos indiretos gerados, no restante da cadeia produtiva (CUENCA; SIOUEIRA. 2003).


Mais AQUI

Documento de 2004

0 Response to "Evolução da Cocoicultura no Estado e nos Tabuleiros Costeiros do Rio Grande do Norte no Período de 1990 a 2002"

Postar um comentário